Para Pensar ....

" Gosto de ser homem, de ser gente, porque não está dado como certo, inequívoco, irrevogável que sou e serei decente , que testemunharei sempre gestos puros, que sou e que serei justo, que respeitarei os outros que não mentirei escondendo seu valor porque a inveja de sua presença no mundo me incomoda e me enraivece. Gosto de ser homem, de ser gente, porque sei que a minha passagem pelo mundo não é predeterminada, preestabelecida. Que o meu "destino" não é um dado mas algo que precisa ser feito e de cuja responsabilidade não posso me eximir. Gosto de ser gente porque a História em que me faço com os outros e de cuja feitura tomo parte é um tempo de possibilidades e não de determinismo. Daí que insista tanto na problematização do futuro e recuse sua inexorabilidade".
Paulo Freire























quinta-feira, 24 de março de 2011

 CORPOS MUTANTES  - ENSAIOS SOBRE NOVAS (D)EFICIÊNCIA CORPORIAS


Trabalho de conclusão do módulo Sujeito na Contemporaneidade, do curso de Especialização em Tecnologia e Novas Educações. Comentario sobre o livro  organizado pelos professores Edvaldo Couto e Silvana Goellner



VELHICE, PALAVRA QUASE PROIBIDA; TERCEIRA IDADE, EXPRESSÃO QUASE HEGEMÔNICA.
Annamaria da Rocha Jatobá Palacios

A autora traz uma reflexão sobre a palavra velhice que está sendo substituída pela terceira idade conforme os discursos utilizados nos produtos de cosméticos atuais desta nova sociedade contemporânea. Para a autora a velhice significa algo sombrio, repleta de temores de doenças e morte. Já a palavra terceira idade é uma nova fase do individuo e esse termo é sempre utilizado no nível de marketing de propagandas para conquistar o corpo perfeito e uma aparência saudável.
Na publicidade de cosmético, os termos Velhice e terceira idade, trazem valores de natureza social e política, mais o fato é que todo o indivíduo que chega a terceira idade é um sujeito cronologicamente velho estimulado e induzido a não se sentir como tal.  
Atualmente terminologia Terceira Idade foi convencionada politicamente correto acompanhada da idéia de viver uma vida mais saudável, com atividades físicas para viver mais e melhor.

CORPO CYBORG E O DISPOSITIVO DAS NOVAS TECNOLOGIAS.
Homero Luís Alves Lima
O texto fala sobre as mudanças no corpo humano que vem acontecendo graças ao desenvolvimento científico e tecnológico.  O surgimento de braços mecânicos, silicone, e ate a produção do coração artificial são exemplos da revolução tecnológica nos hospitais e consultórios médicos.
Para o autor a mecanização do homem e a vitalização das maquinas transgredi as fronteiras do que é vivo e o que é máquina e nos faz refletir sobre o questionamento de “onde termina o humano e onde começa a máquina?” surgindo então o pós-humano que na sua visão seria o Ciborgues  que seria qualquer pessoa que tem um órgão artificial ou uma prótese implantada.
Nos nossos dias existe vários Ciborgues no nosso meio, o que precisamos é refletir sobre os perigos e prazeres das revoluções tecnológicas e da participação ativa e passiva da ciência nas nossas vidas não permitindo que a tecnologia mude a nossa essência humana.

UMA ESTETICA PARA CORPOS MUTANTES.
Edvaldo Souza Couto

Podemos dizer que somos realmente seres mutantes e Edvaldo traz nesse texto que vivemos em processo diário de metamorfose do corpo, pois diariamente tentamos modificar algo que não estamos satisfeito como um corte de cabelo ou até enfrentar uma cirurgia plástica para conquistar o corpo perfeito.
Com os grandes avanços tecnológicos o movimento de mutação está cada vez mais acelerado a fim de satisfazer a vontade e caprichos humanos que muitas vezes é de adiar o envelhecimento do corpo, pois desejamos uma vida ativa, bela e saudável.
Nesse mundo capitalista que vivemos com o grande desejo do ser humano na perfeição do corpo, são desenvolvidos técnicas, tratamento e produtos que estimule e aperfeiçoe o corpo mutante, porém poucos são os que têm acesso.

CORPO, FRAGMENTOS E LIGAÇÕES: A MICRO-HISTÓRIA DE ALGUNS ÓRGÃOS E DE CERTAS PROMESSAS .

 Ieda Tucherman.


A aceleração tecnológica em campos científicos são temas de estudo da autora que descreve a invasão da biologia no mundo das maquinas, assim como da tecnologia investindo no biológico.
Segundo a autora está cada vez mais difícil separar o vivo do não vivo, natural e artificial, orgânico e inorgânico, pois várias pesquisas criam possibilidades jamais pensadas como a fertilização, implantes, clonagem etc.

A ficção cientifica invade a vida real, pois o homem não consegue viver sem as maquinas que lhe dão suporte nas tarefas diárias.       


sexta-feira, 4 de março de 2011

Videos Educativos na Net

Estava pesquisando neste mundo maravilhoso da NET e encontrei essa série de videos muito interessante para todos nós educadores , vale a pena assistir.

De onde Vem?

É uma série de desenhos animados brasileiro produzido pela produtora TV PinGuim para a TV Escola e exibido também na TV Cultura, TV Rá-Tim-Bum e TV Brasil (Ex - TVE Brasil). O desenho tem como objetivo tirar dúvidas corriqueiras de crianças de até 6 anos de idade. Produzida em 2001, encontra-se em exibição contínua desde a estreia. Entre 2003 e 2004 foi líder de audiência na TV Cultura.
O desenho gira em torno da menina Kika que sempre fica com dúvida sobre de onde vem certas coisas (Como de onde vem o fósforo, a onda do mar, a televisão etc.). Kika sempre pergunta aos pais que sempre dão respostas paliativas. No desenho personagens representados por objetos animados repondem as dúvidas de Kika.


domingo, 20 de fevereiro de 2011

ESTA CHEGANDO O CARNAVAL !!!!!!!!!!!!

Desde pequenas, as crianças aprendem muito, sobre o mundo, fazendo perguntas e ouvindo fatos e histórias dos seus familiares, amigos até mesmo assistindo TV, vídeos , foliando e apreciando revistas e jornais.Vivenciam também experiências e interagem num contexto de: conceitos, gostos e costumes formando suas idéias e conhecimentos sobre o mundo. Através deste pensamento trabalhar o tema “O Carnaval” nas escola, de forma integrada indo de encontro aos interesses das crianças é muito bom pois regata valores e costmes antigos  despertanto a  curiosidades e idéias dos nossos alunos . Pesquisando na NET encontrei algumas fantasia de carnaval feita de jornal e outros materias reciclados achei a idéia bem criativa. Fotos encontrada no site: http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com/2011/02/algumas-ideias-de-fantasias-para-o.html


 

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Férias !!!!!!!!!!!


                          
Muitas vezes durante o ano todo desejamos muito esse momento e contamos várias vezes no calendário os dias para as FERIAS, porém quando estamos neste período vemos que os dias passam tão rápidos e que esses trinta dias não dão nem para fazer a metade de todas as coisas que tínhamos programado na nossa agenda.  Por isso devemos aproveitar o máximo esse pouco tempo que temos para curtir as coisas maravilhosas da vida como uma andada na praia, um cinema numa tarde calorosa, uma saidinha com os amigos, uma almoço familiar e por que não uma viagem para um lugar tranqüilo ou badalado conforme a sua referencia. O que desejo a todos os meus amigos é uma FERIAS MUITO LEGAL E UM DESCANSO MERECIDO, pois Fevereiro vem ai e precisamos esta com todo o gás para enfrentar outro ano escolar.
Beijos e Boas FERIAS

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Você é um professor Digital ????



O que é necessário para um professor estar incluído digitalmente? Se você pensou que basta saber operar a parte técnica, digitar textos, jogar games ou bater -papo, errou. É preciso que o professor se aproprie das ferramentas, saiba usá-las a seu favor e coloque seus alunos a produzir com elas. Para isso são necessários alguns hábitos rotineiros em relação ao uso do computador e, especialmente, da internet.


FAÇA O TESTE
1. Possui um endereço de e-mail e 0 utiliza pelo menos duas vezes por semana (o ideal seria fazê-lo diariamente)?

2. Possui um blog, um site ou uma página atualizável na Internet onde regularmente produz, socializa e confronta seu conhecimento com outras pessoas?

3. Participa ativamente de um ou mais “grupos de discussão”, fórum ou comunidade virtual ligada à sua atividade educacional?

4. Possui algum programa de troca de mensagens on-line, como o MSN, com, no mínimo, dois colegas de profissão em sua “lista de contatos” e usa para fins profissionais pelo menos uma vez por semana, em média?

5. Assina algum periódico on-line (mesmo que gratuito) sobre notícias e novidades relacionadas à educação ou à sua disciplina específica, e o lê regularmente?

6. Prepara rotineiramente provas, resumos, tabelas, roteiros e materiais didáticos diversos usando um processador de textos (como o Word, por exemplo), uma planilha eletrônica (como o Excel) ou um programa de apresentações multimídia (como o PowerPoint)?

7. Faz pesquisa na Internet regularmente com vistas à preparação de suas aulas (no mínimo) e, preferencialmente, mantém um banco de dados de sites úteis para sua disciplina e para a educação em geral. Melhor ainda seria compartilhar esse banco de dados com colegas e alunos?

8. Prepara pelo menos uma aula por bimestre sobre um tema de sua disciplina onde os alunos usarão os computadores e a Sala de Informática de forma produtiva e não apenas para “matar o tempo”?

9. Mantém contato com o computador por, pelo menos, uma hora diária, em média?

10. Mantém-se atento para as novas possibilidades de uso pedagógico das novas tecnologias que surgem continuamente e tenta implementar novas metodologias em suas aulas?


Cada item em que você tiver resposta afirmativa vale um ponto. Se você somar mais que cinco pontos, já pode se considerar incluído no mundo digital.

Esse teste foi elaborado pelo professor José Carlos Antonio, publicado no Portal Educarede.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Apresentação de Natal

Sabemos que  Natal está chegando, porém muitas pessoas não sabem o verdadeiro sentido desta festa tão bonita.
Por esse motivo na escola que eu trabalho resolvemos,  eu e outra professora do grupo V,  elaborar uma apresentação no Power Point sobre essa festa para que as crianças conhecessem o verdadeiro sentido do Natal.
Eles gostaram muito, pois muitos só se importavam em ganhar presentes e ver o Papai Noel.